Regulamento – Copa Norte de Motocross

COPANORTE

 

COPA NORTE DE MOTOCROSS E SUPERCROSS 2018

 

REGULAMENTO

 

1 – Do período de realização e de duração da Copa Norte de Motocross e Supercross 2018

A GUERRACROSS realizará a Copa Norte de Motocross e Supercross no ano de 2018. Este campeonato ocorrerá durante o período compreendido entre os meses de janeiro e dezembro do ano de 2018, e será constituído de, no máximo, 12 (doze) etapas e, no mínimo, de 3 (três) etapas. Ressalvada a ocorrência de caso fortuito ou de força maior que impossibilite o cumprimento dessa disposição.

 

2 – Da numeração de identificação do Piloto e de sua motocicleta

O piloto adotará o mesmo número de identificação de sua motocicleta utilizado por ele na copa realizada no ano imediatamente anterior, sendo que, aquele piloto que não possuir esse número, deverá escolher um número que ainda esteja disponível, ou seja, que não tenha sido utilizado no ano imediatamente anterior por qualquer piloto, e reservá-lo.

Obrigatoriamente, a motocicleta do piloto deverá estar devidamente identificada com a numeração escolhida por ele em pelo menos três lugares diferentes, e o piloto também deverá estar devidamente identificado nas costas com a respectiva numeração.

A numeração, cuja confecção será de inteira responsabilidade do piloto, deverá identificar devidamente o piloto e sua motocicleta de forma totalmente legível durante todo o percurso da prova. 

 

3 – Da Direção da Prova

A Organização de cada etapa designará a pessoa responsável pela Direção da prova respectiva, a quem caberá decidir a respeito de todas as questões que surgirem durante a prova.

 

4 – Da inscrição e do pagamento

A inscrição, cujos preenchimento e demais atos para sua efetivação serão de inteira responsabilidade do piloto, poderá ser realizada antecipadamente pelo site www.guerracross.com.br, o valor das inscrições são R$ 60,00, O piloto que pagar antecipado terá um desconto de….. o valor será de 50,00 mais centavos, feitos através de transferência ou deposito bancário(não será aceito deposito de feito nos caixinhas), quando então o piloto deverá levar a ficha de inscrição devidamente preenchida, assinada e impressa e entregá-la na Secretaria de Prova no dia do evento, no sábado no local do evento será feito inscrições ainda com desconto(só terão direito ao treinos pilotos que já tiverem feitos suas inscrições), no domingo as inscrições acontecerão até às 10 horas da manhã, as inscrições só podem ser feitas pessoalmente pelo piloto ou pessoa legalmente responsável por ele, diretamente junto à Secretaria de Prova durante o evento, no sábado, de 13:00  às horas 17:00, e no domingo até às 10 horas.

Após as 10:00 só serão aceitas inscrições caso a Direção de Prova junto com a secretaria permita, como também a alteração a categoria do piloto, após às 10 horas do domingo só será permitida com a autorização do Diretor de Prova e Secretaria de Prova.

Somente será aceita a inscrição cuja ficha esteja completamente preenchida e assinada pelo piloto e\ou seu representante legal.

O pagamento da inscrição poderá ser realizado por meio de transferência ou deposito bancário, bem como diretamente junta à Secretaria de Prova, no sábado ou no domingo concomitante ao ato da inscrição, não sendo aceito o depósito em caixa eletrônico, lembrando que no domingo não as inscrições por pagar não terão descontos mesmo que já tenham sidas preenchidas no site e impressa.

Não será conferido qualquer desconto ou outra espécie de benefício para o piloto que se inscrever em mais de uma categoria.

Em nenhuma hipótese será devolvido para o piloto o valor pago por ele em razão da inscrição realizada. Todavia, em casos excepcionais, e sob a exclusiva avaliação e decisão da Organização, poderá ser concedido ao piloto um crédito correspondente ao valor por ele pago em razão da inscrição realizada, crédito esse que somente poderá ser utilizado exclusivamente pelo próprio piloto e na primeira etapa imediatamente subsequente àquela em que ocorreu o evento, implicando a não utilização na forma estabelecida a perda automática e sem qualquer excludente desse direito.

 

4.1 – Da inscrição com pagamento antecipado e o desconto

Em razão do pagamento antecipado, para a inscrição realizada pelo site nas categorias MXPRÓ, MX2, MX3, MX4, INTERMEDIAIRIA A, INTERMEDIARIA B, IMPORTADA TRILHEIROS, MXF FEMININA, MX 250 AMADAOR, JUNIOR, NACIONAL FORÇA LIVRE, NACIONAL INTERMEDIARIA, NACIONAL INICIANTE, NACIONAL TRILHEIROS, NACIONAL OPEN 33 o piloto pagará o valor promocional de R$50,00(cinquenta reais), acrescido de um centavo para cada uma das inscrições realizadas para toda a prova, independentemente da categoria, da ordem da inscrição, de quem seja o piloto inscrito ou da quantidade de inscrição realizada por ele, cuja descrição do valor exato, com todos os dígitos, será utilizada como número da inscrição do piloto na categoria para a comprovação do pagamento ou transferência bancária.

 

  4.2 – Da inscrição sem pagamento antecipado

Para a inscrição realizada pelo site, sem pagamento antecipado, e para a inscrição realizada durante o evento, no sábado ou no domingo, na forma acima estabelecida, nas categorias MXPRÓ, MX2, MX3, MX4, INTERMEDIAIRIA A, INTERMEDIARIA B, IMPORTADA TRILHEIROS, MXF FEMINA, MX 250 AMADOR, JUNIOR, NACIONAL FORÇA LIVRE, NACIONAL INTERMEDIARIA, NACIONAL INICIANTE, NACIONAL TRILHEIROS, NACIONAL OPEN 33 o piloto pagará o valor de R$60,00(sessenta reais).

 

4.3 – Das categorias 65cc e Mirim

A inscrição nas categorias 65cc e Mirim, com pagamento antecipado, será no valor de R$30,00 e R$20,00, respectivamente. A inscrição das categorias 65cc e Mirim, sem pagamento antecipado, será no valor de R$40,00 e R$30,00, respectivamente. Em ambas as categorias se aplica o regulamento anterior.

 

5 – Dos treinos livres

 A participação nos treinos livres está condicionada à efetivação da inscrição do piloto, com a aquisição do material e a identificação da motocicleta (etiqueta relativa à categoria na qual o piloto está inscrito), e ao pagamento respectivo.

O treino livre compreenderá, no mínimo 01 (uma) sessão de 10 (dez) a 15 (quinze) minutos.

 

6 – Da quantidade máxima de pilotos por categoria

O número máximo de piloto final por categorial será de 24 (vinte e quatro), e, caso o número de pilotos inscritos seja superior, serão realizadas baterias de classificação de 4 (quatro) minutos e mais 01 (uma) volta.

O período e o horário de duração dos treinos livres poderão ser alterados a critério do Diretor de Prova.

7 – Das provas

A prova de todas as categorias, em todos os eventos, será organizada da forma seguinte: 01 (uma)  prova separada para cada categoria com, no mínimo, de 05 (cinco) motocicletas. Caso alguma bateria tenha menos de 05 (cinco) motocicletas, essa categoria será unida a uma outra categoria, sendo que a categoria MXF FEMINA correrá junto com a categoria MX4, e a categoria NACIONAL OPEN 33 correrá junto com a Nacional Intermediaria. As questões apresentadas serão decididas a critério do Diretor de Prova;

O tempo de duração das baterias será estabelecido pelo Diretor de Prova e por ele poderão ser alterados. Os tempos de duração das provas poderão ser alterados a critério do Diretor de Prova.

Categoria

Tempo de Prova

NACIONAL TRILHEIROS 05 min + 2 volta
NACIONAL INICIANTE 07 min + 2 voltas
NACIONAL INTERMEDIARIA/NACIONAL OPEN 33 08 min + 2 voltas
NACIONAL FORÇA LIVRE 15 min + 2 voltas
IMPORTADA TRILHEIROS/MX 250 AMADOR 06 min + 1 volta
IMPORTADA INTERMEDIARIA B 8min + 2 voltas
IMPORTADA INTERMEDIARIA A 15min + 2 voltas
MX4/MXF 8min + 2 voltas
MX2/MX3 12min + 2 voltas
MX-PRÓ 20min + 2 voltas
65CC 06min + 2 voltas

Os tempos de provas poderão ser alterado pelo diretor de prova.

 

Em 05 (cinco) minutos antes da largada de cada categoria, todos os pilotos deverão se apresentar no gate de largada, para evitar atraso no cronograma de prova.
Após ter se posicionado no Gate de largada, não será mais permitida qualquer alteração de posição no gate pelo piloto.

Em caso de problema mecânico na motocicleta do piloto no gate de largada, este deverá aguardar a realização da largada para ser assistido por seu mecânico ou pessoa responsável.

Após a largada, o piloto poderá receber assistência de seu mecânico apenas em sua posição. A penalidade por esta violação de regulamento é a exclusão do piloto da bateria em questão.

Uma largada coletiva será feita com os motores ligados.

O Comissário levantará uma bandeira verde, momento a partir do qual os pilotos estarão sob seu controle, até que todos os pilotos estejam sobre a linha de largada.
Quando todos os pilotos estiveram sobre a linha de largada, o Comissário levantará uma placa com os dizeres: “15 segundos”. No final dos 15 segundos, o Comissário levantará uma placa com os dizeres: “5 segundos”. O gate irá desarmar entre 5 / 10 segundos depois de mostrada a placa com os dizeres: “5 segundos. No caso de relargada, fica a critério do Diretor de Prova mostrar, ou não, a placa de 15 segundos.

O uso de qualquer artifício que não o original para ligar a motocicleta é proibido no gate.

 

8.2Da placa de 15 segundos

 A corrida não será interrompida após o Diretor de Prova levantar a placa com os dizeres: “15 segundos”.

 

8.1 – Das largadas falsas

Todas as largadas falsas serão indicadas por uma bandeira vermelha, que será agitada. Os pilotos deverão retornar imediatamente para Gate, e a relargada acontecerá assim que for possível.

9 – Dos reparos e das substituições

Os pilotos terão a possibilidade de reparar a motocicleta e substituir o silencioso na zona de reparos (pit-stop), durante a realização da prova.

10 – Da interrupção de uma prova

O Diretor de Prova poderá, sob sua própria iniciativa, ou após a intervenção de terceira pessoa, por razões urgentes de segurança, ou outro caso de força maior, interromper uma prova prematuramente ou cancelar uma parte ou todo o evento.
Se uma prova é parada a qualquer momento durante a primeira metade do tempo (ou voltas) previsto(as) de prova, haverá uma relargada completa.

Os pilotos retornarão para o gate e a relargada acontecerá o mais rápido possível.
O Diretor de Prova pode excluir da prova um, ou mais, pilotos, caso julgue ser ele o responsável pela interrupção da prova, impedindo a sua participação na relargada.

Se uma prova é interrompida após o transcurso da primeira metade do tempo de prova previsto, essa prova será considerada completa.

A ordem de chegada será baseada na colocação dos pilotos na volta imediatamente anterior àquela em que a bandeira vermelha foi mostrada. Qualquer piloto determinado pelo Diretor de Prova como responsável pela bandeira vermelha será colocado atrás dos pilotos, tenha ele completado um número igual ou maior de voltas.
Uma prova pode ser recomeçada somente 2 (duas) vezes.


11-Do corte de percurso

Atalhar o percurso é proibido. A penalidade por tentar tirar vantagem por atalho de percurso será a exclusão da prova.


12 – Do Pit Stop (Zona de reparos)

Ao lado da pista, haverá uma área reservada para reparos durante a prova. Nesta área específica, é autorizada a permanência somente de mecânicos, os que poderão fazer reparos ou ajustes nas motocicletas durante as provas; do sinalizador; e dos representantes das fábricas.
Exceto o chassi, que deve estar selado, qualquer parte da motocicleta pode ser modificada, ajustada ou substituída.
Todo reabastecimento deve ser feito com o motor desligado.

13 – Dos sinais oficiais
Os sinais oficiais devem ser dados por meio de uma bandeira, na forma como segue:

BANDEIRA

SIGNIFICADO

Vermelha, Agitada.

Parada Imediata, Obrigatória para todos.
Voltar ao gate

Preta e um quadro com

o número do piloto

Piloto indicado deve parar no Pit Stop

 

Obs – O piloto que receber a bandeira preta com o numero de sua moto terá duas voltas para parar no pit stop ou será desclassificado.

Amarela, Fixa.

Perigo, Dirigir devagar!
Não ultrapassar

Para quem ultrapassar segue as mesmas regras da Bandeira Amarela Agitada

 Amarela, Agitada.

Perigo Imediato
Diminuir total a velocidade,
Não Ultrapassar e não saltar

Infração 1 – O piloto que saltar em Bandeira Amarela Agitada será penalizado com pit stop de 5 segundos durante a prova em andamento, ou perdera uma posição no final da prova.

Infração 2 – O piloto que ultrapassar em Bandeira Amarela Agitada deve devolver a posição imediatamente.

Caso não faça, será penalizado com pit stop de 5 segundos durante a prova em andamento, ou perdera uma posição no final da prova.

Infração 3 – Se o piloto cometer as duas infrações acima ao mesmo tempo, ou seja, saltar e ultrapassar em bandeira amarela, e não devolver a posição imediatamente, será penalizado com um pit stop de 10 segundos durante a prova em andamento, ou perderá CINCO posições no final da prova.

Caso devolva a posição, terá a penalização por saltar em bandeira amarela, ou seja, um pit stop de 5 segundos ou perderá uma posição no final da prova.

Obs1 – Se após ultrapassar em bandeira amarela  tentar devolver a posição e, por qualquer motivo que seja, o piloto ultrapassado parar ou estiver muito devagar, deve-se devolver a posição ao primeiro piloto que estiver atrás, ou seja, o piloto  deve voltar a posição que estava antes de fazer a ultrapassagem indevida.

Obs2 – O piloto que desrespeitar a sinalização três vezes durante uma prova será desclassificado.

Obs3 – É responsabilidade da equipe do piloto informar para o piloto que ele deve devolver a posição.

Obs4 – O piloto que receber a bandeira preta com o numero de sua moto terá duas voltas para parar no pit stop ou será desclassificado.

 

Azul, Agitada.

Atenção, dê passagem

Ao receber a bandeira azul o piloto terá 1(uma) volta para facilitar a ultrapassagem.

Obs1 – Quando  o piloto for retardatário é já passou o ponteiro e esta tentando recuperar a posição, ele não vai mais  receber bandeira azul, caso o piloto usar de atitude antes desportista receberá bandeira preta.

Obs2 – um retardatário em disputa com outro não poderá se aproveitar da bandeira azul dada ao retardatário a sua frente para ultrapassá-lo.

Obs3 – Se acontecer alguma atitude anti-desportiva o piloto receberá a bandeira preta direto, sendo desclassificado da prova.

Branca Pessoal ou veículo de serviço médico na pista.
Verde Pista Livre para a largada da bateria
Xadrez Preto e Branco, Agitado. Fim de Prova ou Treino

 

A bandeira verde só poderá ser utilizada por um oficial de largada durante o procedimento de largada.

14 – Da travessia da linha de chegada

Uma motocicleta atravessa a linha de controle no momento em que a parte mais avançada da motocicleta atravessar a linha.

15 – Dos resultados

O vencedor de uma prova é o piloto que atravessar a linha de chegada primeiro.
Um piloto não será classificado se ele:
a) Não tiver completado 50% do número total de voltas completadas pelo vencedor; b) Se 50% do número de voltas não corresponder a um número inteiro, então o resultado será arredondado para o próximo número inteiro.

 

16 – Da pontuação

Caso haja classificatória em qualquer categoria, os 05 (cinco) primeiros colocados na Copa já estarão classificados automaticamente para bateria final.

Para a primeira prova do ano de 2018, será usado o resultado da Copa Norte 2017.

Não haverá descarte de pontos (N-1), em nenhuma das classes e modalidades.
Cada prova válida marcará pontos independentes para a Copa.
Os pontos serão atribuídos para a Copa Norte de Motocross e Supercross 2018.

 

01º Lugar – 25 Pts. 06º Lugar – 10 Pts 11º Lugar – 05 Pts
02º Lugar – 20 Pts 07º Lugar – 09 Pts 12º Lugar – 04 Pts
03º Lugar – 16 Pts 08º Lugar – 08 Pts 13º Lugar – 03 Pts
04° Lugar – 13 Pts 09° Lugar – 07 Pts 14° Lugar – 02 Pts
05° Lugar – 11Pts 10° Lugar – 06 Pts 15° Lugar – 01 Pts

 

Os protestos contra pilotos, resultados, motocicletas e atitude antidesportiva deverão ser feitos por escrito pelo próprio piloto e entregue ao Diretor de Prova, no prazo improrrogável de até 1 (um) dia após o evento.

Não cabem protestos contra decisões das autoridades da prova.

 

17 – Das motocicletas e categoria 

CLASSE

ACIMA DE (CC) ATÉ (CC) IDADE MÍNIMA

IDADE MÁXIMA

Nacional 125cc 450cc 13 anos 55 anos
Intermediaria 125cc(2 tempos)

250cc(4 tempos)

500cc(2 e 4 tempos) 13 anos 55 anos
MX-Pro 125cc(2 tempos)

250cc(4 tempos)

500cc(2 e 4 tempos) 13 anos 55 anos
Over33 125cc(2 tempos)

250cc(4 tempos)

500cc(2 e 4 tempos) 33 anos 55 anos
MX2 125cc(2 tempos)

250cc(4 tempos)

       250cc 13 anos 55 anos
Junior 50cc 230cc 06 16
MX4 125cc(2 tempos)

250cc(4 tempos)

500cc(2 e 4 tempos) 39 55 anos

 

O piloto que se inscrever na categoria Importada Trilheiros, só poderá correr também a categoria Importada B, MX 250 AMADOR(nesse caso se estiver de 250cc, não são permitidos pilotos graduados independente da idade).

O piloto que se inscrever na categoria Importada B, poderá se inscrever na categoria Intermediária A, na categoria Mx2, MX 250 AMADOR(nesse caso se estiver de 250cc, não são permitidos pilotos graduados independente da idade).

Piloto que correr na categoria Importada Trilheiros, na categoria  Intermediria B e MX 250 AMADOR, não poderá se inscrever na categoria MX-PRÓ;

Piloto MX3 e MX4, poderão se inscrever na MX-PRÓ, NA MX2( desde que a cilindrada da mota permita e também a graduação do piloto, Na Importada intermedira B(desde que não seja piloto graduado, ou seja, será avaliado o nivel do piloto);

Pilotos que se inscreverem na Nacional Trilheiro, só poderão correr em outra categoria se for na Nacional Iniciante;

Pilotos que se inscreverem na Nacional Iniciante, só poderão correr a Nacional Intermediaria;

Pilotos que se inscreverem na Nacional Intermediaria, poderão se inscrever na Nacional Força Livre.

Pilotos Nacional Open 33 só poderão correr a Nacional Intermediaria, Nacional Força Livre, na categoria Nacional Iniciante o Piloto Open só poderá se ainda não tiver sido graduado, ex: piloto que já tenha sido campeão ou vice campeão.

Os pilotos da categoria Junior e da MXF Femina, poderão se inscrevem em outra categoria, de acordo com suas idades, e capacidade técnica, será liberada ou não em outra categoria;

Os níveis dos pilotos serão definidos pela comissão.

Obs: Ter no mínimo 6 (seis) motos para a formação do gate, se não for alcançado este número poderão juntar as categorias, sendo a categoria inferior pontuando nas duas categorias. Mas a pontuação ainda será contabilizada separadamente para a categoria inferior.

OBS: preparação de motor e suspensão livre, desde que a suspensão e o motor sejam de fabricação nacional.

 

Nacional Iniciante e Nacional Trilheiros– Para motos nacionais e exclusivas para pilotos iniciantes.

Os níveis pilotos serão definidos pela comissão.

Obs: Ter no mínimo 6 (seis) motos para a formação do gate, se não for alcançado este número poderão juntar as categorias, sendo a categoria inferior pontuando nas duas categorias. Mas a pontuação ainda será contabilizada separadamente para a categoria inferior.

OBS: preparação de motor e suspensão livre, desde que a suspensão e o motor sejam de fabricação nacional.

 

Nacional Força Livre – para todas as motos nacionais até 450cc e pilotos de 13 a 55 anos.

 

Nacional Open 33 – para todos os pilotos com 33 anos completos.

 

Importada Intermediária A – Para motos importadas, e exclusivas para pilotos intermediários.

Os níveis pilotos serão definidos pela comissão.

 

Importada Intermediária B – Para motos importadas, e exclusivas para pilotos iniciantes.

Os níveis pilotos serão definidos pela comissão.

 

Junior – para motos importadas e nacionais, pilotos com até 16 anos completos (ou seja, mesmo que o piloto tenha começado o ano participando da categoria Junior e durante o ano complete 17 anos, não terá direito mais de correr na categoria Junior), deverá ser  feita a comprovação da idade na hora da inscrição, para mulheres a idade será livre a partir de 13 anos, no mínimo, não é permitido Motos importadas com 250cc.

 

 MX-Pro – Para todas as motos importadas e pilotos (graduados pela organização) de 13 a 55 anos.

 

MX3 – para motos importadas e pilotos com 33 anos completos, deverá ser  feita a comprovação da idade na hora da inscrição, para mulheres a idade será livre a partir de 13 anos, no mínimo, e motos importadas acima de 150cc.

 

MX4 – para motos importadas e pilotos com 39 anos completos, deverá ser  feita a comprovação da idade na hora da inscrição, para mulheres a idade será livre a partir de 13 anos, no mínimo, e motos importadas acima de 150cc.

 

 

MX2 e MX 250 Amador- para motos importadas com até 250cc, podendo participar 13 a 55 anos, INCLUSIVE pilotos graduados como PRÓ, e quem correr nesse categoria NÃO impede ao piloto que participe de outra categoria, exemplo(MX-PRÓ).

 

MX 250 Amador- para motos importadas com até 250cc, podendo participar 13 a 55 anos, para Pilotos não graduados na Importada Intermediaria A, Mx2 e Mx-Pró, pilotos das categorias Mx3 e Mx4 podem correr desde que: não têm sido Campeão o Vice Campeão e que esteja de 250cc.

 

Pilotos com idade superior a 45 anos – deverão apresentar Certificado Médico de Aptidão.

 

Pilotos menores de 18 anos – deverão apresentar ficha de inscrição assinada pelos pais ou responsáveis pelo mesmo.


Avaliação de pilotos:

A Comissão de pilotos para assuntos gerais, sendo composta por Junior Motovanelli, Vagno Pigati, Felipe Boscheti, Eder de Souza, Frankin Coutinho, Dudu Faé, Flavio Volpi, Marcelo Alves(Geléia), Itamar Nicolini, Leonardo Tomazini(Nadin), Gerê, em cada Etapa a Direção de Prova irá escolher 3 pilotos dentre dos nomes citados acima que representarão a Comissão, ficando vetado o Piloto que estiver organizando ou fazendo parte da organização de participar da comissão no dia de sua prova.

 

18 – Premiação

A cada ETAPA realizada, os cinco primeiros colocados de cada categoria recebera um troféu e dinheiro conforme suas posições.

No final da COPA NORTE 2018, o Campeão e Vice de cada categoria receberam um Troféu de Campeão e Vice Campeão.

 

OBS: O campeão de cada categoria da Copa Norte 2018, subira automaticamente de categoria no ano seguinte.

 

19 – Penalizações

 Será penalizado o piloto e sua equipe por:

Infrações contra pessoas
Ofensas Físicas
Praticar vias de fato:
Contra pessoa vinculada à entidade ou associação por fato ligado ao motociclismo.
Infrações relativas à Competição
Infrações dos Atletas
Proceder ato desleal ou inconvenientemente durante a competição.

O praticante de qualquer ato acima mencionado, será julgado e penalizado de forma justa e correta pelos ORGANIZADORES DA COPA NORTE 2018.

 

O piloto que se sentir prejudicado em alguma prova devera entrar com recurso ate 1 (Um) dia após o evento.

Depois desse prazo não caberá mais recursos.

Somente se a comissão organizadora julgar necessário.

 

OBS: NÃO CABERÁ RECURSO PARA AS DECISÕES DA ORGANIZAÇÃO DA COPA NORTE 2018.